Acupuntura para crianças

Não importa se ela é aplicada com agulhas, sementes ou laser: a técnica chinesa de acupuntura traz benefícios para o seu filho desde o nascimento, como melhora no sono e diminuição de problemas respiratórios e gástricos.

Você já pensou em experimentar tratar o seu filho com acupuntura? Apesar de ser encarada por muitas pessoas como uma terapia alternativa, a técnica é reconhecida no Brasil como uma especialidade médica, aplicada com sucesso em áreas como pediatria, ortopedia e ginecologia.

QUANDO A ACUPUNTURA É RECOMENDADA?

O método é recomendado tanto para tratar ocorrências comuns nos primeiros anos de vida – entre elas, alterações no sono e no intestino, perda de apetite, agitação e irritação – quanto para simplesmente equilibrar a imunidade, prevenindo alergias, gripes e outros problemas respiratórios.

Outro exemplo são as cólicas: o tratamento geralmente se mostra mais efetivo a partir de outras estratégias.

Quem quiser testar a técnica para tratar seu filho deve primeiro escolher um profissional de confiança – de preferência, com especialização em pediatria. Juntos, vocês irão definir a melhor abordagem de tratamento: com agulhas (são finas, bem menores do que as usadas em adultos, e posicionadas superficialmente na pele), sementes pequenas como a de mostarda, laser, ventosa ou pressão manual.

As crianças maiores de 7 anos apresentam melhor resultado com o uso de agulhas, sendo que bebês e crianças até 7 anos respondem muito bem aos estímulos com sementes ou esferas metálicas.