Acupuntura na gravidez e durante a amamentação

Acupuntura durante a gestação

Já nas primeiras semanas da gravidez, quando algumas mulheres podem sofrer pequenos descolamentos de placenta, o método pode começar a ser empregado na gestante, pois pode prevenir que o problema progrida e resulte em um aborto espontâneo.

A acupuntura também serve para aliviar os desconfortos comuns da gravidez. Ela auxilia no tratamento desde enjôos às oscilações emocionais, passando por dores gerais, inchaço e alterações no sono ou no funcionamento do intestino.

A quantidade de sessões depende de cada caso e, muitas vezes, já nas primeiras agulhadas a grávida pode ter seu bem-estar de volta – pelo menos até o surgimento de algum outro incômodo típico da gravidez. E tudo bem, já que este é um período que vivemos semana a semana, dia a dia mesmo.

Bebê sentado ou na transversal? A acupuntura pode ajudar

Uma das coisas que mais tiram o sono das futuras mamães que desejam um parto normal é quando o bebê fica sentado ou na transversal dentro da barriga. De acordo com os especialistas, a acupuntura pode ajudar a reverter essa situação. Existem protocolos específicos para aumentar a movimentação fetal e auxiliar em seu encaixe. Neste caso, além das agulhas, utilizamos outra técnica da medicina chinesa, chamada moxabustão, que consiste em um bastão de artemísia utilizado para estimular os pontos de acupuntura por meio do calor.

Amamentação e acupuntura: uma combinação perfeita

Mãe e bebê de volta para casa, o foco é no desenvolvimento da relação entre os dois e na amamentação. Muitos motivos levam algumas mulheres a enfrentar dificuldades para amamentar – nervosismo, ansiedade, cansaço, privação de sono –, e a acupuntura pode contribuir para o sucesso do aleitamento materno.

Esses problemas também acabam afetando a produção de leite, então a acupuntura entra em jogo para controlar esses sintomas e evitar que eles continuem atrapalhando. Sessões com as agulhinhas podem estimular ou regular a lactação e até tratar mastites.

Mesmo as mães que desejam retomar a amamentação depois de notar o leite secar podem contar com o método chinês. Sempre tem que lembrar que ela trabalha as energias do próprio corpo. Acionando os pontos específicos, o leite que já secou volta a fluir, o leite que está escasso fica abundante e até uma relactação pode ser mais fácil.